terça-feira, 20 de dezembro de 2011

 
Sinto falta de quando namorar não passava de 5 horas por dia na escola , e que andar de mãos dadas só acontecia depois de muita intimidade . Sinto mais falta ainda daquelas cartinhas de amor que mandavamos atraves de nossas amigas para nossos namoradinhos e nela estavam tdos os nossos sentimentos , que pra nós naquela epoca era como um verdadeiro ouro , e ainda assim no final dela escreviamos NÃO MOSTRE PRA NGM mas sempre tinha aquele fdp que mostrava pros amigos . Sinto falta em que cantar com quem será na festa de aniversário era o mesmo que cantar parabéns e o aniversariante sempre ficava vermelho feito um tomate. Morro de saudade de quando eu era crianca e todos tratavam o amor que eu sentia como o mais importante do mundo , quando meus pais descobriam que eu tinha um namorado na escola e sempre falavam deles para os meus familiares e naquela epoca era só por isso que eu ficava brava com eles . Cadë toda aquela nossa inocencia de acreditar no pra sempre ? Aonde foi parar todo aquele amor infantil e puro que só comunicava através de sorrisos bem timidos , que se encontravam nas paredes internas de uma sala de aula ? A minha verdadeira vontade é fazer aquele velho bilhetinho escrevendo : “me espera antes do intervalo” , e encontrar-lo parado ali , bem inocentemente de cabeca baixa sem saber o que dizer . Naquela epoca os meninos não ficavam com outras em nossas frentes e nem diziam que precisavam de um tempo pra curtir com os amigos . é realmente só dps que se cresce que percebemos o tanto que nossa infancia e o amor que sentimos nela faz falta , por isso tente o maximo possivel nunca perder o verdadeiro amor infantil que existe dentro de você.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Cumulo da falsidade, quem se mostra tão sincera, tão verdadeira, sempre falava oqe quer sem medo de escutar oqe não quer, falo tão maaaal qe odiava e tudo mais e agora fazendo ceninha de amiga ? hahahahahaha BELO PAPEL ! Sempre tive a CERTEZA qe quem quer ser amigo de todo mundo não é amigo de NINGUEM . .

Graaçaas a Deus comigo são poucos. Poooooréeeeem VALIOSOS =]

domingo, 11 de dezembro de 2011

 

Comigo agora é assim: entra na minha vida quem quer, sai quem quer, permanece quem quer também. Eu sempre me importei demais, amei demais e me fodi demais. Agora eu cansei. Se quiser ficar, fica, se quiser sair, tchau e bença :)

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Recadinho de leve :)

. Quero agradecer aqueles que sempre me julgaram e ainda julgam, os que me invejam e os que falam de mim por trás, quero agradecer também aos falsos amigos que se foram, dando lugar para os verdadeiros chegarem. Obrigado de coração, vocês contribuíram demais para o meu sucesso, ajudaram muito a me fazer chegar onde estou. Se precisarem de algo pode pedir, a fila é grande porque muitos me odiavam, mas eu te ajudo se der tempo :)

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011


Sorria com vontade. Abrace forte. Dance na chuva. Beije como se fosse a última vez. Tudo aquilo que é intenso se torna inesquecível. Você nunca vai esquecer daquele dia em que passou uma tarde com a sua melhor amiga só rindo e falando besteiras, como se nada mais importasse. Só aquele momento. Você nunca vai esquecer dos abraços fortes que recebeu e dos beijos de "despedida" que deu. Pequenos momentos que de tão intensos, permanecem para sempre em nossas memórias.

Faça com que sua vida seja feita de "pequenos momentos". Eles são necessários para que sejamos felizes, para que possamos acreditar em mágica. Coisas simples que nos fazem ficar com um sorriso no rosto por dias, meses, anos.

Você nunca vai esquecer daquele dia em que ficou com ele na praia até o pôr-do-sol. Duas pessoas em silêncio e um infinito de pensamentos. Você nunca vai esquecer do dia em que riu até chorar. Dos dias em que correu na chuva. Dos dias em que chorou como se todos problemas fossem se resolver assim. Você nunca vai esquecer dos dias em que decidiu mudar o cabelo para mudar de vida. Dos dias em que tomou decisões que iriam te afetar para sempre. Dos dias em que gritou até não ter mais voz. Dos dias em que teve que se despedir de alguém. Você nunca vai esquecer.

Por isso... Cante. Dance. Beije. Ame. Odeie. Brigue. Grite. Sorria. Sinta! Mas com intensidade, por favor. Feche os olhos, se jogue no infinito e não tenha medo das consequências!
 
Ano que vem talvez não fale com as mesmas pessoas, não confie nos mesmos amigos, não vá mais aos mesmos lugares que vai hoje, talvez esteja namorando ou fique solteira, talvez mude de casa, talvez pense em um outro alguém, todo ano é cheio de mudanças boas e ruins, todo ano você conhece novas pessoas enquanto outras saem de sua vida, todo ano você ganha uma mania diferente, resumindo todo ano você muda independente de querer ou não, você cresce,amadurece, tem outros planos e idéias, continua tendo uma personalidade única, muda por fora também, tudo muda com o tempo, a vida é cheia de mudanças e querendo ou não temos que aceitá-las, e elas nem sempre vão agradar á todos.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Tudo que você deve saber sobre um namoro.

Relacionamentos. Tão complicados, tão necessários. Uma coisa que devemos saber é: quando terminar um relacionamento. Porque é assim, não adianta. Um dia tudo acaba.. O tesão acaba, o amor acaba, os motivos que te fazem ficar juntos acabam.. E dão lugar às brigas, às discussões sem fim, às lágrimas, ao ódio. 





Como identificar quando um relacionamento está chegando ao fim? É muito simples. Sabe quando no início de tudo você via o nome dele chamando no celular e seu coração dava saltos de felicidade? Isso não existe mais. Você olha o celular, vê que ele está ligando e já pensa "Lá vem ele..". Ou você finge que não viu, ou atende mal humorada. Sabe aquela vontade incontrolável de contar para ele o seu dia, os seus medos, as suas ambições? Agora você esconde o que sente, esconde porque não sabe como dizer que tudo não é como já foi um dia. Sabe quando você ficava contando sobre ele para suas amigas? Com os olhinhos brilhando cheia de orgulho? É, agora você prefere nem contar. Porque já sabe o que vai ouvir.. "Não sei porque você ainda tá com esse cara..''. Sabe quando vocês se encontravam e só queriam saber de beijos, abraços e sorrisos? Hoje vocês se encontram e só tem lugar para brigas. Brigas que não tem nem motivo, vocês só querem brigar. Tudo isso para evitar o inevitável. Muitas pessoas  preferem insistir em um relacionamento que já não existe mais porque tem medo de ficarem sozinhas. Quer saber um segredinho? Você nasceu sozinha e independente. Você não precisa de ninguém para se sentir bem e se sentir completa. Lembre-se disso.


Como superar o fim de um relacionamento? Olha, não existe uma fórmula mágica. Cada pessoa encara isso de uma forma, de um jeito. Geralmente quem tem dificuldades para superar isso é quem tomou um fora da pessoa que amava, e eu sei, dói demais. Você não espera que a pessoa vá ter coragem, mas é necessário entende. Quando o relacionamento perde o encanto, o certo a se fazer é deixar a outra pessoa ir. Para que ela ache alguém que a entenda, que a ame. Insistir em algo que já acabou é estupidez e é até meio egoísta. Então não fique com raiva se ele terminou com você. Pense que ele está te fazendo um bem, está te deixando livre para achar alguém que te mereça, que queira estar com você. Sempre disse para todas minhas amigas: eu prefiro que a pessoa termine o relacionamento, do que ficar comigo sem ter vontade. Afinal, você vai querer que ele fique com você por obrigação? Que insista em um relacionamento por comodidade? Que te beije sem vontade e te abrace sem calor? Eu não quero isso e acho que ninguém mais no mundo quer isso. Deixar a pessoa ir é um ato maravilhoso. Mostra que você se importa com ela o suficiente para não deixar que ela se prenda a um amor que já se foi.. Que foi bom, mas que passou. Tudo passa..


Uma coisa que eu acho abominável é o fato de pessoas que terminam relacionamentos e saem falando mal de quem já foi um dia seu companheiro, seu amigo, a pessoa que você amou e cuidou. É feio demais, por favor. Você acha que falando mal da garota que um dia você já esteve apaixonado irá te fazer parecer superior? Tenho pena se você pensa assim. Isso não te faz superior e muito menos mostra que você já superou. Isso só confirma que você ainda pensa nela e que não superou o fato de que ela não é mais sua. Criancice, né. Típico. O garoto termina o relacionamento e sai falando para os amigos "Nossa, ela é ridícula. Que menina piranha!" Piranha sim. Que você daria tudo pra ter de novo pelo visto. A garota termina o relacionamento e sai falando para as amigas "Nunca gostei dele mesmo, canalha.'' Gente, para com isso. Vamos lembrar dos momentos com carinho e gratidão. Vamos lembrar que um dia vocês foram cúmplices e parceiros. O respeito deve continuar mesmo após o fim de um relacionamento. O que é uma pena, porque grande parte das pessoas se preocupam apenas em mostrar que estão por cima e só pensam em atingir a outra pessoa.


Terminar um relacionamento pode parecer assustador e muitas pessoas não sabem lidar muito bem com isso. Quantas garotas terminam com o namoradinho e caem na balada, bebem até morrer, terminam a noite em coma alcoólico no hospital e acham que isso é o certo a se fazer? Ou então ficam o dia inteiro depressivas dentro de casa, chorando, vendo filmes românticos e comendo sorvete? Ou ficam no facebook mandando indiretas e mostrando ao mundo o quanto são felizes sem ele? Sabe, eu acho isso desnecessário. Bem desnecessário. E acreditem, fazer isso não irá mudar  nada. O máximo que você pode conseguir é que ele fique com raiva de você, ou com nojo. Terminar um relacionamento não é sinônimo de mudar de vida. Você pode continuar a ser a mesma pessoa, na sua entende. Não precisa gritar seus sentimentos ao mundo e muito menos ir na balada de segunda a domingo pra esquecer os problemas. Você pode sim, aproveitar sua vida solteira. Sair com as amigas, beber e se divertir. Mas nunca descer do salto, se é que você me entende. Não existe nada mais feio do que uma bêbada chorona ficando com qualquer um que vê pela frente. E quando vocês se toparem por aí? Sorria. Seja simpática, indiferente. Se você quer mostrar que ele não te afeta mais, esse é o certo a se fazer. E não abraçar um cara na frente dele ou jogar o cabelo quando passar por ele. Isso mostra que você se importa, bastante até. Poucas pessoas são maduras o suficientes para aceitar términos. Mas devemos aprender que eles fazem parte desse jogo chamado vida e que as etapas precisam de conclusões para dar início a outras muito melhores. O tempo não volta só porque você quer. Aceite. 

Relacionamentos são perfeitos sendo imperfeitos. Nos fazem crescer e amadurecer. Nos fazem sorrir e chorar. Nos levam do céu ao inferno em questão de minutos. E isso é o bom da vida. Se surpreender. Não existe um destino certo, apenas vamos caminhando em direção ao desconhecido..

Memórias...

 
Tédio é um saco, é arma na mão dos ansiosos. Mexe daqui, mexe de lá. Aí faço as unhas, atualizo minhas redes sociais, ouço música, mudo os móveis de lugar e ainda sobra tempo. O que fazer? Pra onde fugir? Hora de dar uma geral no quarto. Arrumo a cama, as roupas, as gavetas e de tanto procurar o que não perdi, encontro o que não devia. Um passado enterrado há tempos. Enterrado, apagado e esquecido vindo à tona. Sabe, não sei dizer o que fui numa outra vida, mas tem algo que posso afirmar com toda certeza, herdei características extremamente egoístas a ponto de não abrir mão de nada. Qualquer coisa em minha mão vira motivo para virar recordação. Papel, bilhete, flor, data, telefone, cartas, anotações e qualquer coisa do gênero. 

Encontrei uma caixinha onde está grande parte do meu passado. Ao abri-la pude sentir claramente o cheiro de nostalgia. Um passado de felicidade e tristeza, chegadas e despedidas, amigos e amores. E é onde minha mente começa a procurar respostas para o que, de fato, nunca foi uma pergunta. Me recordo dos meus amigos que mudaram de cidade, das pessoas que cruzaram minha vida por pouco tempo mas que deixaram marcas tão profundas, quase impossíveis de serem apagadas. Lembrei dos meus ex. De tudo. Estava, literalmente, assistindo a um filme da minha vida sem nem ao menos ter saído do meu quarto. "E se eu tivesse dado uma segunda chance? Se tivesse sido mais flexível? Se tivesse atendido a ligação? E se...?" 

Perguntas perturbadoras tentando me tirar o sono. Olho no relógio, releio as cartas e vasculho a mente. Nunca acreditei em segundas chances. Sempre defendi a ideia de que se uma pessoa fez uma vez, fará uma segunda e sim, estou generalizando. Qualquer que tenha sido o erro, ele se repetirá. Abandonei pessoas sem pensar duas vezes. Machuquei aqueles que queriam o meu bem e me machuquei. Fiz o que julgava certo sem pensar nas consequências. Me afastei daqueles que só queriam minha presença. E nessa noite tudo parece tão errado, tudo o que parecia irrelevante e certo, soava absurdamente perturbador. As dúvidas e a busca por notícias no meio da noite assassinam a lucidez e dão lugar a neurose. A saudade e o medo de ter tomado a decisão errada faz com que tudo pareça certo, que tudo seja aceitável. 

A nossa mente tem o péssimo hábito de nos mostrar o passado melhor do que ele realmente foi. E é daí que surgem as ligações inesperadas, as sms e aquele simples "Nossa, você sumiu! O que tem feito da vida?", aquela ligação que parecia inocente, no fim da noite se torna a coisa mais estúpida que você já fez. Quando bate a vontade de saber notícias das pessoas que mandei embora da minha vida, é um alerta de que elas estão seguindo em frente. Sexto sentido, intuição. Chame do que quiser, mas meu corpo sempre avisa quando estou perdendo algo para sempre. Então quero uma reaproximação, uma conversa, uma notícia, qualquer coisa que me tire o desgosto trazido com a onda do passado, da monotonia, que me tire daqui. E é quando bate o desespero. Não há o que fazer. A chamada terminada, o quarto bagunçado e um único pensamento na cabeça: Quando me bater o tédio novamente, vou me lembrar de simplesmente assistir um filme ou tomar um drink, quem sabe...

O problema foi nunca admitir que eu me via em você. Sempre tão egocêntrico, pensando só em si mesmo, insensível e idiota. Dizia para mim mesma que odiava esse teu jeito tão estúpido de agir com as pessoas, dizia e repetia, porque precisava acreditar que era verdade.  Não queria admitir que nós éramos iguais. Não queria aceitar que por sermos tão parecidos eu amava te odiar.

Quando o amor se mistura ao ódio as coisas se tornam intensas demais. Tinha vontade de te matar e ao mesmo tempo de morrer por você. Queria te falar coisas horríveis e te fazer chorar só para depois poder te pegar no colo e fazer um carinho. A cada briga eu precisava dizer tudo que eu odiava em você. Odiava seu jeito, sua roupa, sua voz rouca, seu cheiro e odiava te amar. Te amar tanto que eu não conseguia te odiar nem por um segundo. Eu precisava dizer todos seus defeitos em voz alta para mais uma vez me fazer a seguinte pergunta: "Porque ele? Logo ele?".

Não entendo como pude me apaixonar por uma pessoa tão horrível. Eu nunca quis entender, mas eu sabia. Éramos tão iguais que estranho seria se nunca tivéssemos nos apaixonado. Acostumada a ver as pessoas cederem aos meus desejos sempre, acostumada a ver as pessoas irem atrás de mim e implorarem pelo meu amor. Acostumada a ter tudo que quis, na hora em que eu quis. Mas não com ele. Não. Ele não cedia aos meus caprichos e me chamava de mimada. Ele não corria atrás de mim mesmo estando errado e me dizia sempre que estava esperando uma atitude minha. Ele não me dizia o que eu queria ouvir e me deixava louca. Louca de ódio. Louca de amor. Louca por ele.

E no fim, eu nunca disse a ele o que eu sentia mesmo sabendo que eu sentia. Nunca disse o quanto eu queria, mesmo sabendo que eu queria. Muito. Mas acho que nossa relação está acima de qualquer palavra, acima de qualquer gesto. Gostamos de viver em constante guerra, amor e ódio, é isso que mantêm nossa paixão acesa. Queimando. Incendiando. E vai ser sempre assim, até o dia em que alguém ceder e transbordar sentimentos pela boca. Mas já vou avisando, não espere isso de mim tão cedo, afinal.. Eu te odeio, garoto.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011


Sabe quando a pessoa diz coisas como "pra sempre", "nunca vou te abandonar", "você é importante pra mim", "eu nunca vou desistir de você" e por último, mas não menos importante "eu te amo", sabe quando ela diz tudo isso pra você? Então, você acredita e confia em cada palavra, sem saber que daqui um tempo, essa pessoa vai mostrar pra você que isso realmente não passava de PALAVRAS, não sentimentos verdadeiros. O "pra sempre" acabou em semanas. O "nunca vou te abandonar" não se cumpriu. O "você é importante pra mim" foi até a primeira dificuldade, assim como o "eu nunca vou desistir de você". E o "eu te amo" se tivesse sido realmente verdadeiro, todo o resto teria sido cumprido. Por isso, vou valorizar apenas as atitudes daqui pra frente, porque palavras o tempo leva, e só o que é realmente verdadeiro como os momentos e as atitudes são o que ficam!
Tive um daqueles momentos em que surgem epifanias; um momento muito breve, enquanto eu observava a água da chuva escorrer pela janela escura do quarto. De um jeito ou de outro, a chuva sempre me leva a pensar... As vezes dói. As vezes não faz sentido. As vezes é inútil. Mas é inevitável.
De qualquer modo, voltando ao foco do pensamento-epifania , eu percebi que mais difícil do que deixar que alguém entre na minha vida, é manter essa pessoa por perto. Nós podemos começar com um oi-te-vi-hoje ou um elogio ou qualquer forma interessante de se iniciar um diálogo. - Um diálogo bem elaborado é a forma mais fácil de prender minha atenção. As pessoas com conversas agradáveis são raras. A maioria foca o diálogo em si e acaba num monólogo, e eu acabo sendo a platéia.
A gente não sabe usar o tempo a nosso favor; pois o mesmo tempo que faz uma relação evoluir, também a desgasta. É exatamente com isso que é complicado lutar: O desgaste. Até que tudo vira pó e o vento se encarrega de levar para longe.
...Mas o fato de deixar-alguém-entrar e de manter-alguém-na-sua-vida não é mais difícil do que perder alguém que você ama. Nenhuma sensação – E estamos falando de muitas sensações – é pior do que perder alguém. Por isso a gente tenta. Por isso a gente espera que o nascer do sol amenize uma briga e o tempo a apague. Por isso a gente engole o orgulho como se fosse café amargo. Porque é melhor sentir a breve dor de um orgulho partido do que a partida de alguém essencial.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Dica do dia!

Até quando você vai ficar ai, esperando as coisas acontecerem? O tempo não volta, não para e não vai esperar por você. Tome atitude, corra atrás, faça seu destino, defina seu futuro, busque felicidade! :)

quinta-feira, 27 de outubro de 2011


Ah, menino…Se tu soubesse o quanto gosto desse teu sorriso, desse teu jeito bobo e da maneira como me faz sorrir. Se tu soubesse que conto as horas para poder te ver novamente, sentir tua mãos nas minhas e olhar-te enquanto me contas sobre teu dia. Ah, menino, você é a causa do aceleramento de meu coração. Você é tudo aquilo que eu sempre quis, só que muito melhor, muito mais real.”

sexta-feira, 21 de outubro de 2011


Tem gente que vai, tem gente que fica. Tem gente que vai e logo volta. Tem gente que só promete e tem gente que simplesmente faz. Tem gente que causa risadas de dar dor no estômago e tem gente que causa lágrimas de inchar os olhos. Tem gente que faz um bem danado e tem gente que só sabe encher o saco. Tem gente que se importa de verdade e tem gente que finge se importar. Tem gente que te levanta e tem gente que te derruba. Tem gente que você aprende a conviver e tem gente que você é obrigado a esquecer.

Irritada novamente com a infantilidade de alguns .. porque cada um não faz o seu e vai ser feliz ? mania de vigiar o do outro... eu hein! Se você me deseja o zero, eu te desejo o cem... Cada um colhe o que planta e eu quero plantar o bem :)

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Eu vou deixar pra lá, fingir que esqueci, agir como se não importasse. O que é verdadeiro, volta e quem tem que ficar, fica! #dica.

:}

Acho que ninguém está apto a julgar a forma que os outros encontram a felicidade. Tem gente que é feliz saindo todo dia e enchendo a cara com os amigos, tem gente que é feliz ficando em casa vendo filme..Tem pessoas que são mais felizes sozinhas... Acho que é tão complicado conseguir ser feliz, que quando a gente consegue, nada mais importa :]

Sou do tipo de pessoa incapaz de dizer "Então vá". Sou mais o tipo que se cala diante da dor, ou implora para que a pessoa fique. Fico pasma com a facilidade que destruo meu orgulho em nome do amor (ou necessidade, ou dependência, ou vício) que eu sinto pelo outro.
Acredito que meu namoro tem dado muito certo pelo fato de eu não me sacrifcar tanto. Por eu não precisar mudar tanto...Mas é claro que alguma coisa a gente sempre sacrifica. Alguma coisa a gente sempre muda.
Mas nada é pior do que se sentir um lixo por ter cometido alguns erros sem a intenção.
Parece-me que é mais fácil crucificar alguém pelos seus erros do que, pacientemente, mostrar que ela errou, mas pode consertar as coisas. E eu pratico muito a Empatia. Nada tão puro e tão necessário quanto saber se por no lugar do outro! (:
Mas não te procuro mais, nem corro atrás. Deixo-te livre para sentir minha falta, se é que faço falta… Tens meu número, na verdade, meu coração, então se sentir vontade de falar comigo ou me ver, me procura você!

Caio Fernando Abreu. s2

Eu tenho um anjo. Agora talvez ele tenha asas. Não mora comigo mas sempre me visita. Mora longe? Perto? Não faço ideia. Não consigo mais tocar, muito menos ver. Mas eu sinto. Sinto todos os dias. Em todas as dúvidas, problemas e alegrias. Eu vejo um toque desse anjo. Eu me sinto protegida. Me sinto feliz. Esse anjo veio e se foi com essa intenção. Esse anjo é muito bom no que faz. Eu posso dar o meu máximo e nunca vou chegar perto do que ele me transmite. Não sabia que caberia tantas coisas boas nele. Nessas voltas da vida talvez eu o encontre novamente, consiga abraçar mais uma vez e ter mais alguns minutinhos ou talvez uma vida inteira ao seu lado. Eu espero. Hoje a saudade resolveu me visitar e com ela a lembrança desse anjo. A certeza de que ele está num lugar melhor e a certeza de que esse anjo continua a me proteger não é suficiente. Eu queria poder dividir mais um momento. Queria poder passar mais uma tarde em sua casa, pedir um sanduíche na chapa, assistir “vale a pena ver de novo”, sorrir sem ter motivo ou até pedir uma massagem no pé. Nunca recusava um pedido meu, ele era o melhor em tudo. Algumas brigas ou discussões eram normais, meu anjo nunca foi perfeito e eu muito menos. Mas era o melhor pra mim. E hoje escrevo com a saudade transbordando em mim. Escrevo e espero que esse anjo saiba que é pra ele todo esse meu sentimento. Rezo, rezo muito.. queria poder livrá-lo de todas as coisas ruins. Mas eu só posso pedir que alguem mais próximo faça isso por mim. E é assim que eu termino, sem mais palavras. Apenas com a saudade e a certeza de que um dia a gente se encontre lá na frente.

Sei lá. Fico nesse meio termo. Nesse ir e vir. Penso demais em você, mas não é suficiente. Onde foi que te larguei? No meio dessa cidade, que horas você começou a ficar confusa? Perde-se a noção do que é ontem e hoje, perdem-se as memórias que costumavam nos acalmar. Então, onde foi parar nosso bom senso? Não quero mais ficar parada. Corri tanto por você, que passei na sua frente. Eu tropecei tanto para você me notar, que outra pessoa acabou me encontrando mas ah .. poderia ter dado certo.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

E ele surgiu.

Me fez acreditar que não é só em filme que se vê o pôr-do-sol, a lua cheia na madrugada,.. que há belas canções a serem cantadas em manhãs de frio, que as palavras podem não fazer sentido algum, mas podem mexer de alguma forma com você, que olhares e sorrisos mais sinceros podem existir, […]

Nova Mensagem.

Essas duas simples e lindas palavras. 
“Lindas? Porque lindas? Não vejo nada lindo.”
Quem não sabe o que acontece quando elas invadem o teu celular, definitivamente não vive nesse planeta. Sabe…eu costumo dizer que é umas das melhores sensações que podemos nos deliciar. Primeiro, o tum tum tum saltando do peito, de tão acelerado, os olhos arregalados, os músculos contraídos e a ansiedade de apertar o botão. Logo depois, surge aquelas famosas borboletinhas, que invadem tua barriga. Daí, os músculos que antes pareciam tensos, relaxam, acompanhados de suspiros infinitos que mal cabem dentro da gente, porém deliciosos, tãão deliciosos.
AAAAAAhhhhhhhh…O mundo roda mais devagar, o piscar dos olhos fica lento, tudo parece bobo. Eu diria que é mágico. E a forma como você agarra o travesseiro? Ah, meus mil e um travesseiros que já foram esmagados, muitíssimo obrigada.
Então, toda vez, que aquelas duas simples e lindas palavras aparecerem no seu celular, isso quando se trata “DA mensagem ( !!! ) e não de “uma mensagem (Zzzzz)”, esteja preparado pra essa explosão de magia.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Não choro minhas perdas, nem temo a inveja e o olho gordo que me rodeiam! (: *

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Incrível.



Essa é a palavra chave de hoje.
Me peguei, como quase sempre, revivendo segundos daquele ano. Incrível e tão estranho, ao mesmo tempo. Tentava entender quão devagar tudo acontecia, como tudo virava câmera lenta quando, naquele canto, éramos apenas, nós. Resposta nunca obtive, talvez, por um segundo eu quase chegava na ideia clara de que…E de repente esquecia. Os meus eus já não podia mais encontrar, a não ser, em você. Sozinha nada parecia encaixar. Nada era incrível quando deixava de existir dois em um.
pausa: Incrível o fato de um alguém existir, poder transformar a existência em vida. Não acha?
voltando: O modo automático parecia ligado. Automático o jeito que te vi instalar em mim como parte integrante dos meus eus. Mais automático ainda foi como de repente vi tudo se transformar. Eu já não sei mais falar do final, se é que existe um final. Como me dizem: “nem tudo que acaba, tem um final.” Ainda que, prefiro ficar nas lembranças de tempos bons. De saber que um dia aconteceu.
Sou prova viva de que ele é INCRÍVEL.  - O amor.

terça-feira, 11 de outubro de 2011


É só questão de tempo, o fim do sofrimento. Um brinde pros guerreiros, zé povinho eu só lamento!
... O tempo ruim vai passar, é só uma fase.. E o sofrimento alimenta mais a sua coragem ! :)

Tô me afastando de tudo que me atrasa, me engana, me segura e me retém. Tô me aproximando de tudo que me faz completo, me faz feliz e que me quer bem. Tô aproveitando tudo de bom que essa nossa vida tem. Tô me dedicando de verdade pra agradar um outro alguém. Tô trazendo pra perto de mim quem eu gosto e quem gosta de mim também. Ultimamente eu só tô querendo ver o ‘bom’ que todo mundo tem. Relaxa, respira, se irritar é bom pra quem? Supera, suporta, entenda: isento de problemas eu não conheço ninguém. Queira viver, viver melhor, viver sorrindo e até os cem. Tô feliz, to despreocupado, com a vida eu to de bem!

Não importa o quão longa seja a estrada, e sim o destino que ela te leva!

quinta-feira, 6 de outubro de 2011


Pesos desnecessários causam sempre dores desnecessárias. Esvaziei a mala, olhei no fundo dela, limpei, e estou indo preenchê-la com coisas novas. Sensações novas, situações novas, pessoas novas. Tudo novo.

Caio Fernando de Abreu s2

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Tudo certinho enjoa. A gente precisa de uns erros para equilibrar a vida, e dar uma agitada :} 
É que ele tem uma coisa tão... Dele. Não sei se é o jeito de falar, de agir, de pensar, mas eu fico muito viciada nele. As vezes fica claro quando a pessoa é única. As vezes a gente sente de imediato que devemos mantê-la perto para sempre.
E uma coisa que eu gosto muito de sentir, é a certeza de que qualquer risco vale a pena.
As pessoas nunca vão ser felizes se não aprenderem a correr riscos!

Já é complicado ter que encarar a verdade. Seria um pouco mais fácil se, pelo menos, a pessoa usasse as palavras com mais... Suavidade.
A verdade não é para ser escarrada na cara dos outros. Ela apenas tem que ficar clara; isso não quer dizer que precisa doer tanto. Sem gritos. Sem procurar culpados. Sem cinismo.
 É complicado também ter que se obrigar a aceitar mudanças. As coisas vão mudar, e isso independe da sua vontade. Mas tem coisas que são tão nossas que podem permanecer exatamente como são. Como o amor. A gente pode amar para sempre...
Quando a gente ama, o amor é único. Não se mede. Não se torna maior. Amor é amor. O que aumenta é a necessidade, o vício, a dependência.
Cabelos mudam. Rostos mudam. Gostos mudam. Cenários mudam. Mas o que eu sinto... O que eu sinto continua forte. Continua inalterável.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

E o que ficou pra trás passou e eu não me importei, Foi até melhor, tive que pensar em algo novo que fizesse sentido! :]

domingo, 2 de outubro de 2011


O negócio é se blindar e ser forte. Expor fragilidade é algo arriscado demais. Tenho evitado a todo custo.

sexta-feira, 30 de setembro de 2011


E eu, finalmente, te encontrei. Te procurava havia anos, a muito tempo já vinha preparando minha vida pra sua chegada. Organizei tudo, afastei tudo o que atrasava, limpei o coração e perfumei a casa com incessos. E você, chegou, finalmente chegou. Tão do jeitinho que eu esperava que fosse, com todos os defeitos que eu adoro aceitar. Chegou e trouxe junto com você toda a esperança de um amor novinho em folha, uma nova chance de colorir tudo, de ocupar com todos os seus ares o espaço que havia aqui dentro. Logo eu, que achei que você nunca chegaria, depois de tanta demora e espera. E agora eu tenho tudo o que as princesas de contos de fadas morreriam de inveja: um príncipe só meu, cheio dos defeitos aceitáveis que encaixam minhas neuroses sem fim. Times opostos, gostos musicais diferentes, signos que não combinam segundo a astrologia. Eu esperei tanto tempo por isso, que confesso tenho medo de te perder. Porque é isso que acontece quando eu gosto demais: as pessoas resolvem partir e deixar um tanto de saudade. E, apesar de toda a insegurança, até quem me vê passar na rua sabe que eu estou amando, o quanto eu deixei o passado pra trás e o quanto valeu a pena eu investir no presente. O amor veio, te trouxe, pra ficar, pra mim. E ai dele se quiser te levar de volta.  Logo eu, que só sei escrever sobre desilusões, resgatando a esperança do fundo do poço e escrevendo sobre o amor. Logo eu, que não sei nada sobre o amor, que não sei como é ser plural. Logo eu, que nem sei o verdadeiro significado da palavra reciprocidade dei pra achar que mereço te amar e ser amada da mesma forma e exclusivamente por você. Logo eu.












Ele: Descreva a aparência de um garoto perfeito
Ela: Olhos claros, cabelo liso, loiro, um bom corpo
Ele: Agora descreva um garoto perfeito por dentro
Ela: Romântico, divertido, inteligente, fofo
Ele: O garoto perfeito pra você tem que ser tudo isso ?
Ela: Esse é o garoto perfeito para qualquer uma, mas para mim não
Ele: Por que? Isso não te atrai?
Ela: Sim, mas o garoto perfeito para mim não precisa ter tudo isso.
Ele: E como ele seria?
Ela: Igual a você, pra ser exata, tem que ser você.










quinta-feira, 29 de setembro de 2011


Estava precisando fazer uma faxina em mim. Jogar alguns pensamentos indesejados fora, limpar tudo aquilo que ficou pra trás…Então tirei do fundo das gavetas lembranças que não uso e não quero mais , joguei fora alguns sonhos, algumas ilusões, papéis de presentes que nunca usei, sorrisos que nunca dei, joguei fora a raiva e o rancor das flores murchas que estavam dentro de um livro que nunca li. Olhei para os meus sorrisos futuros e minhas alegrias pretendidas e as coloquei num cantinho, bem arrumadinhas.Tirei tudo de dentro do armário e fui jogando no chão: paixões escondidas, desejos reprimidos, palavras horríveis que nunca queria ter dito, mágoas de um amigo, lembranças de um dia triste (…) Joguei direto no saco de lixo os restos de um amor que me magoou, peguei as palavras de raiva e de dor que estavam na prateleira de cima e joguei todas fora. Outras coisas que ainda me magoam, coloquei num canto para depois ver o que farei com elas, se as esqueço lá mesmo ou se as envio para o lixo. Aí fui naquele cantinho, naquela gaveta que a gente guarda tudo o que é mais importante: o amor, a alegria, os sorrisos, um dedinho de fé para os momentos que mais precisamos … Como foi bom relembrar tudo aquilo (..) Recolhi com carinho o amor encontrado, dobrei diretinho os desejos, coloquei perfume na esperança, passei um paninho na prateleira das minhas metas, deixei-as à mostra, para não perdê-las de vista. Coloquei nas prateleiras de baixo algumas lembranças da infância, na gaveta de cima as da minha juventude e pendurado bem à minha frente , coloquei a minha capacidade de amar (…)
E principalmente a de recomeçar

Pensar em você é tão bom quanto um sorvete em um dia ensolarado. É tão bom quanto sentir a brisa da noite observando as estrelas. É tão bom quanto ficar rindo por horas até doer a barriga. É tão bom, tão acomodador. Só não é tão bom quanto te ter por perto, corpo a corpo. Só não é tão bom quanto sentir o seu abraço, ouvir sua risada misturada à minha. Pensar em você faz parte de minha rotina, é a melhor parte de meu dia! s2

As coisas mudaram…E como mudaram. Mudaram, inovaram, recriaram. Pessoas, principalmente as pessoas.Elas sim se tornam cada vez mais surpreendentes com o passar dos dias, algumas param de ser bobas, já outras apenas se tornam mais frias. Eu sou do tipo que mudo demais em tempo de menos. Mudo de forma significativa, mudo de forma total. Se sinto saudade do que eu era? Sinto. Se eu sinto falta do que as pessoas eram? De algumas, também sinto. Mas mudaram, mudamos e vamos continuar mudando, pois essa é uma das leis da vida!

terça-feira, 13 de setembro de 2011


Se não conhece, não julga. Se não sabe, aprende: eu não preciso ter uma voz afinada para poder cantar as minhas músicas preferidas super alto, como se fosse uma idiota. Eu não preciso ter uma vida desejada por todos para ser feliz. Eu não preciso sorrir para demonstrar felicidade. Eu não preciso ter um corpo perfeito para me valorizar. E acima de qualquer coisa, eu não preciso fazer sempre tudo certo.

Vivi muita coisa. Pode parecer insignificante para qualquer um na condição de espectador, mas para mim significou tudo. Significa, ainda.
 Porque, mesmo que a gente deseje muito, reze ou implore para o tempo, as coisas não terminam quando se partem. Minha vida é parasita de si mesma. Porque uma lembrança suga a outra. O passado parasita o presente.
Mas eu não me arrependo de nada, porque eu sei que isso é algo apenas meu, e que trouxe benefícios de alguma forma.
E o principal: São minhas lembranças. Minhas experiências. É algo que eu apenas dividi com a pessoa que viveu isso ao meu lado.
Eu não precisei parasitar nenhuma vida para ter a minha própria. Por isso, por mais que eu tenha falhado, eu ainda me orgulho de mim.
Não se pode ganhar sempre. Mas as vezes não é uma derrota. Pode ser um empate. Quando algo acaba, os dois lados saem perdendo :)

Reflitam :)

Não me incomodo com o que as pessoas escolhem fazer da vida delas, desde que isso não estrague a minha vida. O que me conforta é saber que eu posso chegar ao fundo do poço, e ainda ser melhor do que muitas por aí.
 O importante é SE amar. O que é diferente de pensar que todo mundo te ama e idolatra. Ponto final.
Que miserável deve ser precisar parasitar a vida dos outros para por sentido em sua própria, huh?

sábado, 10 de setembro de 2011

Divirta-se.


A vida toda nós cumprimos regras, obedecemos ordens e pra que? Pra não haver confusão e o mundo ser um complexo de regras? Idiotice.
Saia do padrão, desobedeça, esqueça um pouco das ordens e regras. Se divirta.
Não estou falando pra sair por aí matando as pessoas, roubando e fazendo da vida um caos. Não, não é isso. Às vezes, é necessário deixar os problemas de lado e as ordens impostas pela sociedade também. Extravase, beba, fume, dance, corra, beije… Faça o que tiver vontade de acordo com aquilo que VOCÊ acha certo.
Se as pessoas não tirarem um tempo dessa rotina, nunca irão se divertir de verdade. É muita preocupação pra poucos motivos, pouca paciência pra problemas pequenos. Todos trabalham demais, estudam demais e se esquecem do propósito da vida: Viver!
Enquanto você está trancado no seu escritório resolvendo “assuntos importantes” ou dentro de uma sala de faculdade cursando algo que te renderá um bom futuro, há um dia lindo de sol lá fora.
Um dia de folga não mata ninguém. Infelizmente, você pode morrer a qualquer instante e o que terá feito, aproveitado, vivido, além de cumprir regras? VIVA!

Duas das melhores sensações que a vida pode oferecer, são a liberdade e a independência. Ainda não adquiri nenhum dos dois mas vejo como liberdade e independência, poder deixar os pratos sujos na pia até quando eu tiver vontade de lavar, sair em um domingo de sol sem saber pra onde ir e não se preocupar com a hora de voltar, trabalhar pra ter o meu próprio sustento e não depender dos outros. Exemplos básicos do cotidiano, porém a lista é enorme.
Justo com a liberdade e independência, viria a responsabilidade. Responsabilidade para tomar decisões e fazer minhas escolhas na vida. Ter consciência de saber o que é certo ou errado pra mim e decidir parar quando chegar ao limite.
Todos devem conhecer aquele velho ditado “Felicidade não se encontra, se conquista”, quando eu finalmente conquistar esses três conceitos (liberdade, independência e responsabilidade), encontrarei minha felicidade.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011


“Lhe lanço indiretas, lhe ofereço carinho, lhe ensino o pouco que sei desse sentimento desconhecido, lhe dou sorrisos todas as manhãs de tristezas. Caso queiras chorar, chorarei contigo. Lhe acompanharei nos dias de lutas, vitórias e derrotas. Mas pelo menos repare que por trás de meus risos há tudo o que sinto, mas não lhe digo. Há tudo aquilo que ficou subentendido por frases mal acabadas…E caso não sejas suficiente, lhe ofereço o verão de meus braços nos dias de inverno. Basta aceitar, querer, vir até a mim, porque eu já estou contigo…”
Eu lembro que quando eu era pequena, era mais difícil segurar a risada. Naqueles momentos de broncas e tal. Hoje é mais difícil segurar o choro. Fiquei muito sensível com o passar dos anos.. ):

O tempo cura, mas a forma que você lida com os fatos é que te faz amadurecer!

segunda-feira, 15 de agosto de 2011


O que é nosso nunca se vai, por mais que queira, sempre estará presente. Se for, na hora certa voltará, e se não voltar, é porque não era nosso. Melhor assim. Doer, dói, mas somente uma vez. E nada melhor que o tempo para mostrar nos o melhor caminho. E isso não é frieza, é maturidade. Nada dura para sempre, nem as dores, nem as alegrias. Tudo na vida é um aprendizado, tudo na vida se supera.

Não há como definir que sentimentos são encontrados em seu olhar. Será felicidade? Raiva? Desejo? Mistério. Porém, há instantes em que ela não consegue esconder o que sente e então o mistério some e o sentimento que ali está escondido é perceptível.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011


Eu estive pensando sobre idas e vindas; tem momentos que a gente para pra pensar no passado, e o passado ainda parece tão vivo. É porque a pessoa se vai, mas fica a música que lembra ela, as palavras que ela disse, as mentiras que ela contou. A pessoa se vai, mas ficam os momentos que vocês dividiram, os cenários em que estiveram, o abraço que se perdeu. A pessoa vai, mas seu significado sempre fica. Um significado protegido pelas lembranças!

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Frase do Dia!

Procuro por respostas que sejam dignas de minhas perguntas. Dignas porque estou cansada de respostas que não respondem o que quero saber.

Sei lá, as vezes eu acordo querendo ser diferente. Mas quando eu percebo o quão complicado é mudar, eu desisto. Na tentativa de ser melhor, eu acabei sendo apenas eu mesma. E desejei infinitamente que isso bastasse para você!

Mergulho num mar de pensamentos que prendem, confundem, me jogam em pedras. Um mar que sinto receio sobre, mas que sou obrigada a enfrentar.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011


Cara, sou cheia de defeitos e de anormalidades. Adoro passar o dia inteiro de pijama sem fazer nada, só comendo chocolate. Passo horas na internet, não curto muito praticar exercícios e gosto de música no último volume. Sou apaixonada por sorrisos e rio até de uma mosca. Faço brincadeiras, sou maliciosa e ciumenta demais. Já disse, sou fora do comum.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011


A verdade é que devemos sempre pensar positivo, mas também estar sempre preparado para o pior!

Não sou bipolar mas mudo de humor constantemente, sem ao menos perceber. Não tenho depressão, mas sou frágil e realmente choro quando não estou aguentando mais a pressão. Não sou possessiva mas gosto de cuidar e proteger o que considero meu. Não sou criança ou imatura, mas prefiro não levar a vida tão a sério. O problema está em quem gosta de me julgar sem conhecer, não nas minhas atitudes.

domingo, 31 de julho de 2011

Dica...

Aprendaamar quem ama você, aprenda a cuidar quem cuida de você e aprenda a viver sem aqueles que vivem sem você.
E daí eu prefiro acreditar na teoria do Eterno Retorno, de Nietzsche. Teoria que eu descobri através de A insustentável leveza do ser. Francamente, a gente se fecha como concha depois que alguém faz merda com a vida da gente. É um trauma.
E depois a gente pensa que tudo vai ser uma repetição de quedas, e desgostos, e pessoas indo embora.
Sabe o que é pior? As vezes é bem assim mesmo.
As vezes a gente começa algo novo já se preparando para o fim. E quando o fim chega, percebemos que nunca estivemos preparados.
Sabe o que acontece? Nenhum fim é igual ao outro. Assim como não há impressões digitais que se repetem, não há finais iguais.
Até porque as pessoas não são iguais. Os erros podem ser similares, mas a situação como um todo é sempre diferente. Não tem preparação para o sofrimento que ainda não aconteceu. A gente só tenta remediar depois.
Acho que sofrer é como respirar. Não tem como se esquivar disso. Somos muito dependentes, mesmo que a gente diga o contrário.

... Transforme lágrimas em sabedoria :)